Blog Universo Sertanejo

Arquivo : carlos e jader

As canções que tocam até enjoar no Barretão 2011
Comentários Comente

André Piunti

É indiscutível. Nenhuma música chegou perto de tocar o tanto que “Ai, se eu te pego”, do Michel Teló, foi tocada nessa primeira semana de Barretos.

Do boteco mais simples até as caminhonetes gigantes e caras, a música era colocada no repeat e ficava tocando o dia todo. Qualquer local que você fosse da cidade, mais de um veículo estava tocando “Ai, se eu te pego”.

Dentro do Parque, fora do Parque, na rua, no estacionamento, nos postos de gasolina. É de assustar, mesmo, ainda mais com a música tendo pouco tempo de trabalho.

Aos que não conhecem, a música segue abaixo.

___

Também com bom destaque, está “Balada Boa”, do Gusttavo Lima, que tem tocado demais, também. Era bem previsível que o “tche tche re re” cairia no gosto do público, e foi o que aconteceu. Curiosamente, as duas canções, do Michel e do Gusttavo, são sucessos de bandas nordestinas, o que pode servir de base para uma boa discussão sobre música sertaneja.

Para quem não conhece “Balada Boa”, ela pode ser ouvida abaixo.

___

A terceira canção mais ouvida em qualquer canto da cidade é a que mais gera críticas. “Sou Fod*”, versão de um funk, é tocada em inúmeras versões diferentes, com Carlos e Jader, Guilherme e Santiago, Humberto e Ronaldo, Munhoz e Mariano e vários outros. Até as respostas feitas para a música são tocadas.

___

Como pode ser notado, nenhuma das músicas é do sertanejo tradicional, nem do universitário, nem do tal “pop sertanejo”, nem de outro rótulo. São três canções, adaptadas de outros estilos, com boa carga de malícia. É um ótimo exemplo de que quem escolhe o sucesso é o povo.

Por mais que haja o costume de se teorizar sobre qual música é boa ou ruim, o que acaba importando, no final das contas, é a identificação com o público. E essas três são as músicas do momento, ao menos na maior festa de peão do país.


“Sou Fod*” sertanejo
Comentários Comente

André Piunti

A canção “Sou F…”, que tem sido tocada em rodeios nas vozes das mais diversas duplas, é um funk adaptado, como já dito aqui no blog.

Feito pelos “Avassaladores”, o vídeo do funk virou hit no YouTube, e já está chegando aos 6 milhões de visualizações.

Apesar de o palavrão impedir que a canção seja tocada em grande parte das rádios sertanejas, ela tem ficado cada dia mais conhecida, principalmente pela internet e por tocar em diversas festas em todo o país.

Até agora, quem mais conseguiu repercussão foram os irmãos Carlos e Jader, nascidos no Acre e radicados em Goiânia.

Recentemente, duas novas versões foram lançadas: uma com Humberto e Ronaldo em parceria com Guilherme e Santiago, e outra com Munhoz e Mariano.

Abaixo, coloco 4 versões. As três já citadas e uma outra já publicada aqui no blog, do Bonde do Forró cantando com João Carreiro e Capataz. Por curiosidade, abaixo das músicas, segue o vídeo do funk, que originou as versões sertanejas.

___

___

___

___


< Anterior | Voltar à página inicial | Próximo>