Blog Universo Sertanejo

Arquivo : fevereiro 2014

Pedro Paulo e Alex: a aposta do ano
Comentários 10

André Piunti

Aos que não tem muita paciência com artistas novos, peço um minuto da atenção.

O nome deles já apareceu bem mais de uma vez aqui no blog, mas o teor agora é outro.

Se você não é muito ligado na turma mais nova ou se mora em algum estado que não seja o Paraná, talvez você não tenha ouvido falar ainda no nome de Pedro Paulo e Alex.

ppal1

Eles gravaram o primeiro DVD da carreira no último dia 15, na cidade de Umuarama, de onde começaram a se destacar para depois se espalhar pela região.

A dupla não faz parte dos grandes escritórios que pautam as programações das festas, não contavam até agora com grande força de nenhuma gravadora (fecharam parceria com a Sony), fizeram um DVD justo, modesto, do tamanho deles… mas possuem algo pesado: público.

São dois jovens de 22 e 23 anos (em ordem), carismáticos, com um jeito de cantar bem estranho para os padrões, mas que acertaram em cheio o público universitário de uma forma que ninguém esperava que mais alguém mais fosse acertar.

As músicas são misturas de tudo o que já se misturou com o sertanejo nos últimos anos. Tem besteirol, batida de funk, axé, e até algumas coisas bancando a linha bruta caipirona. O que poderia cair na mesmice dos recentes modismos, resultou em algo que diverte o público de forma diferente.

ppal

No ano passado, escrevi que faltava ao nosso meio o surgimento de um nome que não faz parte de nenhuma “panela”, justamente pra balançar esse formato acomodado de lançamento e divulgação de artista.

Tenho a impressão de que eles podem ser esse nome. A força deles na região é impressionante, ainda mais levando em conta que praticamente muita gente que gosta e acompanha o sertanejo ainda nem os conhece.

Com o lançamento do DVD, os próximos passos são as apresentações fora do Paraná. De olho nisso, a dupla não fechou acordo com um dos grandes escritórios artísticos, mas sim diretamente com quem trabalha vendendo shows (Marcos Miotto, Wellington Melo e a CWB).

Quem acompanha o blog sabe que sou muito reticente com a história de que “fulano faz muito sucesso em tal região”, “fulano tá estourado no norte de tal estado” e etc, mas o caso deles, de fato, é diferente.

Vale acompanhar durante o ano. Mesmo aos que não gostam do estilo, a forma com a qual eles estão surgindo é bem interessante.

Abaixo, segue o teaser do DVD, que contou com a direção do André Jacques, dono da Caverna Filmes.

A produção executiva foi de Mário Magalhães, e a produção geral de Fábio Borges.

*Fotos: Maurício Antônio

___

hersonhei


Uma música em troca de um DVD. Os caras dos “Maus Bocados”.
Comentários 5

André Piunti

No último dia 12, uma dupla com mais de 10 anos de carreira gravou seu primeiro DVD.

Gabriel e Rafael rodaram por mais de uma década nos bares de Goiânia, e uma composição própria possibilitou que eles conseguissem realizar a gravação.

geraf

Os cantores são dois dos compositores de “Maus Bocados”, de Cristiano Araújo. Ao ouvir a canção em um bar, a equipe de Cristiano sondou uma possível liberação da música. A dupla topou liberar, desde que recebesse ajuda pra gravar o primeiro DVD.

Negócio fechado.

A “Efeitos”, empresa do Cristiano, passou então a produzir o DVD da dupla. Nesse meio tempo, Zé Ricardo e Thiago saíram da empresa e acabou ficando um espaço ali. Sem muita cerimônia, Gabriel e Rafael passaram a ser oficialmente da “Efeitos”, principalmente por apresentarem um repertório próprio e inédito de qualidade.

Com uma linha bem mas apaixonada e interessante para o que a gente espera pra esse ano da música sertaneja (vide “Maus Bocados”), o DVD teve participações de Cristiano Araújo e Thiago Brava.

Essa semana já foi liberado o primeiro vídeo, justamente da participação do Cristiano. O nome da música é “Tirei de Letra”.

hersonhei


E deu tudo certo
Comentários 6

André Piunti

Seria uma boa estratégia de promoção de um DVD, não fosse o valor tão alto.

O adiamento da gravação por conta da chuva, no último sábado, transformou o DVD de Munhoz e Mariano no grande assunto sertanejo nesse início de ano.

mmmd

Se o mercado se acostumou a uma concorrência muitas vezes desonesta, o imprevisto que poderia afetar a qualquer um (como já afetou um DVD de Luan e um do Tradição, por exemplo), criou um sentimento solidário entre diversos artistas e empresários, que entraram em contato apoiando a dupla e oferecendo diversos tipos de ajuda.

Com a gravação anunciada para começar às 21h, às 19h o público era ainda muito pequeno. Talvez umas 5 mil pessoas, que dentro de um estádio não representam praticamente nada visualmente. Deu até uma sensação ruim. Mais próximo do início, no entanto, parecendo até combinado, começou a entrar gente por todos os cantos, por todos os portões, até que o número oficialmente divulgado foi de 40 mil pessoas. Aos que não confiam muito em “números oficiais”, a imagem ao final do texto dá uma boa noção.

Em relação ao repertório, parece claro que ele é melhor que o do DVD anterior, por uma questão bem simples: aquele gravado em Campo Grande era de uma dupla que ainda buscava projeção, que ainda procurava o grande hit, e de que certa forma moldava ainda sua personalidade.

mmez

As novas músicas são mais facilmente relacionadas ao estilo que se conhece da dupla, e por mais que haja algumas canções realmente acima da média, dificilmente será um projeto de uma música só.

Destaco três canções espeficiamente: “Copo na mão”, música que exalta a independência feminina e em momento algum cita homem na história (tem cara de ser a principal música do DVD); “Dona Dilma”, chiclete em que a dupla pede pra que a presidenta declare feriado às segundas-feiras; e “Longe Daqui”, gravada do lado de Luan, a grande música romântica do projeto.

O DVD contou também com as participações de Thiaguinho, sempre envolvido com sertanejos e criado em Presidente Prudente, da dupla Thiago e Graciano, de Campo Grande, que faz parte do escritório de Munhoz e Mariano, e do cantor Fred Liel (ex-Fred e Gustavo), que também está no escritório.

Foi mais uma gravação de Munhoz e Mariano cheia de histórias pra contar. Aos que não se lembram, o último DVD em Campo Grande quase não aconteceu por conta de uma liminar, derrubada pouco antes de a dupla subir ao palco. Ontem, além da questão do adiamento, a liberação dos bombeiros também não foi fácil, e chegou um momento em que a ordem era a de cancelar o evento.

Como disse o Mariano após o show, esses imprevistos nada modestos acabaram virando uma marca pra eles mesmos. Se o resultado continuar sendo positivo, tudo certo.

A produção musical ficou nas mãos de Ivan Miyazato, a direção de DVD foi da Hit Music, e a direção de vídeo foi do Jacques Jr.

Abaixo, além das imagens, um vídeo que mostra a decisão de adiar a gravação de sábado. A parte triste começa a partir dos 8 minutos.

ftpbl

rptr

*Fotos: Maurício Antônio


Saiu o novo (e melhor) CD do Gusttavo Lima
Comentários 11

André Piunti

Foi lançado digitalmente, ontem, o novo CD do Gusttavo Lima.

glnoovo

Intitulado “Do outro lado da moeda”, que também é nome da canção que ele gravou ao lado de Zezé di Camargo e Luciano, o projeto traz basicamente o que é o Gusttavo Lima: um cantor romântico, que nem todos conheceram antes do tchererê.

Há uma ou outra música agitada pra segurar o show, mas são apenas exceções em um disco predominantemente romântico e muito bom.

Gusttavo tem algumas características diferentes. Apesar de já ter dado algumas declarações que não retornaram positivamente a ele (criticar algumas músicas próprias, dizer que ia parar de cantar e etc), no rol dos artistas do primeiro escalão, ele talvez seja o mais ligado em querer se manter em destaque (creio que justamente por conta disso é que role um deslize ou outro).

Ele é um dos poucos artistas grandes, o único que eu me lembro agora, que é capaz de encontrar um jornalista e dizer “faz uma entrevista aí comigo”, “fala do meu novo CD”.

Com esse novo CD foi exatamente assim. Nós conversamos no final do ano passado, logo que o CD ficou pronto, e ele me chamou pra ir até a casa dele. Como sabe que gosto mesmo é de música romântica, colocou primeiro as mais fortes. E aos poucos foi contando os porquês de ter assumido a produção do disco ao lado de seu tecladista Daniel Silveira, após ter se reunido com todos os grandes produtores sertanejos.

Ele queria que ficasse a cara dele. De fato, ficou, com uma pitada de Zezé di Camargo. É um CD que até os chatos (me incluo) vão gostar.

Como os áudios estão sendo retirados do YouTube pela gravadora, peguei um trechinho das minhas três preferidas e juntei em um arquivo só. Não é muita coisa, mas dá pra ter uma noção. Ouvi muito o disco no final do ano, viajando, e as três ficaram marcadas.

A primeira delas, claro, a parceria com Zezé e Luciano, “Do outro lado da moeda”. A segunda, minha preferida “100 maneiras”. E a terceira se chama “Nossa preferida sertaneja”.

___

hersonhei


Munhoz e Mariano choram e adiam DVD; gravação acontece amanhã
Comentários 44

André Piunti

O 3º DVD de Munhoz e Mariano, que aconteceria no último sábado, em Presidente Prudente, no Prudentão, foi adiado para amanhã, terça-feira (25). As participações de Luan Santana e Thiaguinho seguem confirmadas.

mmz1

A chuva, que caiu leve no fim da tarde, mas com tudo poucos minutos antes de a gravação começar, foi o motivo.

O prejuízo financeiro, que se supõe grande diante de quase R$2 milhões de investimento, não foi a questão principal, ainda que muito importante.

A frustração após meses de expectativa, e de trabalho contínuo de uma equipe muito maior do que apenas os dois profissionais que sobem no palco, resultaram em um choro coletivo, algo diferente de se acompanhar, já que tudo que envolve esse mercado ganha ares cada vez mais frios.

Além da reação emocionada da equipe, alguns eventos que sucederam o cancelamento deram um ar humano com o qual a gente não está mais acostumado. Outros artistas oferecendo equipamento próprio de iluminação (caso a chuva danificasse algo), convidados se propondo a ficar até que uma nova decisão de gravação fosse tomada, e um mercado tocado pelas imagens de choro da dupla em cima do palco, diante da multidão que pedia o show, mas que em nenhum momento reclamou da decisão (não houve nenhum tipo de prejuízo no estádio), entre outros acontecidos.

mmz2

Era como se uma dupla pequena, sem recursos, ainda batalhando por um espaço, tivesse todo seu trabalho perdido por algum incidente. Não é o caso deles, não foi o que aconteceu, mas o sentimento era muito semelhante, a sede de dar certo era semelhante, elementos que nos ajudam a começar a compreender, além das questões musicais, o que faz um artista realmente chegar ao seu objetivo.

Um dos pontos mais cruéis é que o público seria muito grande se o tempo estivesse bom. Mais de 30 toneladas foram doadas antes do show.

A gravação, amanhã, acontecerá mesmo com chuva.

As duas fotos acima são do momento em que a dupla anunciou o adiamento da gravação. O vídeo abaixo, publicado no Instagram pelo diretor de vídeo, Jacques Jr, é do momento em que a chuva começou a cair com mais força, e que forçou o desligamento de alguns equipamentos.

A direção do DVD é da Hit Music.

hersonhei


As músicas sertanejas mais tocadas da última semana (16/02 a 22/02)
Comentários 1

André Piunti

Aos poucos, com o ano “começando” (chegando próximo ao carnaval), a lista vai apontando aos poucos algumas mudanças que devem se concretizar a partir de março.

Com uma leva de músicas novas de trabalho planejadas para o mês que vem, as 10 canções abaixo não devem mais durar tanto tempo em destaque.

Enquanto isso, a liderança segue intocável com Luan Santana e sua “Tudo que você quiser”. Eu destacaria nesta última semana a subida de “Os 10 mandamentos do amor”, de Eduardo Costa, para a 3ª posição.

Mais uma vez, uma canção dele entra como se não quisesse nada e vai parar nas cabeças.

O Top10 pode ser conferido abaixo.

___

01 – Tudo que você quiser – Luan Santana (1) – 1014
02 – Na linha do tempo – Victor e Leo (3) – 915
03 – Os 10 mandamentos do amor (5) – 897
04 – Você me vira a cabeça – Bruno e Marrone (2) – 890
05 – Mozão – Lucas Lucco (4) – 865
06 – Maus Bocados – Cristiano Araújo (6) – 751
07 – Chamam isso de traição – João Neto e Frederico com Bruno e Marrone (7) – 739
08 – Gaveta – Fernando e Sorocaba (-) – 733
09 – Eu vou morrer de amor – João Bosco e Vinícius (9) – 727
10 – Levemente Alterado – Michel Teló (8) – 721

Fonte: Crowley/Universo Sertanejo

hersonhei


Com Villa Mix, DJ e Anitta, rodeio de Americana divulga programação
Comentários 1

André Piunti

A organização da Festa do Peão de Americana divulgou, ontem, a programação para o evento deste ano, que acontece de 13 a 22 de junho, em meio a Copa do Mundo. Não está 100% fechada, haverá ainda alterações, mas já dá pra ter uma boa noção.

Sinceramente, achei a escalação dos shows interessante. É claro que preferimos esse ou aquele artista, podemos discutir a presença de um DJ em pleno sábado (eu não acho legal), mas olhando de forma geral, a programação é muito boa, da maneira que a gente defende sempre que seja.

Há duas dobradinhas interessantes nos dois domingos: Bruno e Marrone com Rionegro e Solimões no dia 15, e Chitão e Xororó com Edson e Hudson no dia 22.

Vale o registro, naturalmente, do Festival Villa Mix, que vai acontecer no segundo sábado, dia 21, e que tem tudo pra repetir o sucesso da edição realizada no Barretão/2013.

Já li no Facebook algumas pessoas reclamando da Anitta, dizendo que melhor seria uma show da Paula Fernandes, ainda mais em um espaço tradicional como Americana, mas essa é mais uma daquelas discussões que sempre surgem quando as programações são divulgadas.

Os shows seguem abaixo. Vale lembrar que dia 19 de junho, uma quinta-feira, é feriado de Corpus Christi.

pgmamericana

___

hersonhei


Bandas e trios sertanejos, boa oportunidade!
Comentários Comente

André Piunti

A Globo abriu inscrição, ontem, para um novo reality show. O “SuperStar”, que deve estrear em abril, será uma disputa musical de grupos e bandas com no mínimo três integrantes. Faz sentido, já que o “The Voice” é para cantores solo e duplas.

spstar

Mesmo que o termo “bandas” nos remeta a diversos outros estilos musicais que não o sertanejo, há centenas de trios sertanejos e até mesmo bandas sertanejas precisando apenas de uma ajuda pra mostrar seu trabalho.

A oportunidade parece, então, muito interessante. O grupo vencedor levará R$500 mil.

O formato, criado em Israel, é um pouco diferente do “The Voice”. Os candidatos, que cantam em um lugar cercado por um grande telão, recebem votos dos telespectadores durante a apresentação. Quando o grupo consegue 70% de aprovação, o telão é retirado e os artistas podem ver a plateia.

Pra entender melhor, posto o vídeo abaixo, da versão original do programa. Parece bem legal.

Quem quiser se inscrever (vale a pena), todas as informações estão aqui.

___

hersonhei


Nome novo: Robson Flores lança “Dois Amantes”
Comentários Comente

André Piunti

Robson Flores tem 27 anos, teve sua formação musical influenciada diretamente pela cidade em que passou a adolescência, Sidrolândia-MS, e decidiu viver definitivamente de música há 5 anos.

rbsnfl

Envolvido com o assunto desde criança, chegou a trabalhar em rádios e em produção de shows, mas como a história se repete com diversos artistas, viu que o palco era mesmo seu local preferido.

Ele está lançando seu terceiro CD, “Sedução”, com 11 faixas, e com uma situação interessante: as canções são todas compostas por ele ao lado de seu pai, Jaime Flores.

Seu ponto de partida de divulgação está sendo Campo Grande, de onde pretende conseguir sair para o resto do mercado sertanejo, caminho já bastante conhecido.

Sua atual música de trabalho se chama “Dois Amantes”. Como os nomes do CD e da música entregam, o perfil dele é bem mais romântico do que qualquer outro estilo.

A canção, que tem uma levada muito boa, pode ser conferida no vídeo abaixo ou baixada aqui (só clicar no retângulo azul com texto em inglês).

___

hersonhei


Fim da parceria de Hugo Pena e Gabriel com a FS (de Fernando e Sorocaba)
Comentários 3

André Piunti

A parceria entre a dupla Hugo Pena e Gabriel e o escritório FS, da dupla Fernando e Sorocaba, anunciada no final do ano passado, chegou ao fim.

hpgspf

Desde que a parceria foi feita, as duplas chegaram a fazer uma noite de shows no Villa Country, além de Hugo Pena e Gabriel terem trabalhado a canção “Perdoar”, composição de Sorocaba.

Falei com o Sorocaba, que explicou a situação.

“Na realidade a gente começou um trabalho, mas ainda não tinha engrenado. A gente conversou, topou cuidar da carreira deles, mas ainda não tínhamos ido aos detalhes. E foi justamente na hora de afinar os detalhes, agora, que nós acabamos não chegando a um consenso.

Não teve nenhum desentendimento, como você sabe. Continuo frequentando a casa do Hugo Pena, somos amigos, mas profissionalmente a gente discordou em alguns pontos e achou melhor não dar sequência na parceria”.

Sorocaba não quis citar quais foram os detalhes que atrapalharam a parceria, mas a informação que corre é de que Hugo Pena e Gabriel pensam em um número reduzido de shows por mês, o que inviabilizaria a manutenção da dupla dentro de um escritório grande.

___

hersonhei