Blog Universo Sertanejo

Arquivo : dezembro 2013

Os melhores discos sertanejos de 2013
Comentários 20

André Piunti

Escolher os melhores discos do ano é uma tarefa demorada, mas divertida. Apesar de os fãs defenderem os discos dos ídolos e de alguns terem divulgação muito maior que outros, o que importa no final das contas é o tal do repertório e o impacto que ele causa nas pessoas.

Sempre vai ter quem não concorde, mas o blog existe pra isso mesmo, pra que as pessoas discutam e mostrem suas opiniões. Discos lançados de novembro pra cá não entraram, como o de Jorge e Mateus em Londres ou de Fernando e Sorocaba em São Paulo, por exemplo, pois muita gente ainda não teve oportunidade de ouvir.

Na votação do público, aberta aqui no blog e no Facebook, e também na eleição feita recentemente pelo UOL, o posto de melhor disco do ano ficou com “O Nosso Tempo é Hoje”, de Luan Santana.

O que eu penso, como jornalista e fã de música sertaneja, segue abaixo.

___

5 – Na Hora do Buteco – Edson e Hudson
(Hudson)

eeh2013

Com a dupla assumindo a própria carreira, o lançamento foi feito de forma diferente, sem aquela gastança exagerada, mas bem mais focado no público deles (uma apresentação no Ratinho e um show no Villa Country marcaram o lançamento).

O CD “Na hora do buteco” é feito na zona de segurança de Edson e Hudson. Produzido por Hudson, as músicas se focam exclusivamente na voz do Edson. Acústico, o disco traz apenas duas inéditas, em meio a sucessos sertanejos e algumas até de outros estilos, regravadas de forma a dar um tom mais triste do que as músicas já tinham originalmente.

Aos que reclamam dos rumos do sertanejo, o disco é um bom respiro em meio a uma série mudanças discutíveis. Destaque para “O Fruto do Nosso Amor”, sucesso do Amado Batista.

___

4 – Acústico – Eduardo Costa
(Eduardo Costa)

ec2013

Um disco do Eduardo Costa pra quem gosta do Eduardo Costa. Não que ele esteja muito preocupado com algum tipo de crítica, mas relembrar o projeto “No Boteco”, a sacada que o colocou de vez sob os holofotes sete anos atrás, fez do novo disco uma quase unanimidade entre os fãs.

Sem se importar com o que dizem por aí, Eduardo escolheu a dedo suas regravações, com a maior parte das músicas sendo aquelas que até fizeram sucesso, mas que não chegaram ao primeiro escalão da fama. Deu o nome de “Acústico”, mas não transformou o projeto em algo intimista. Menor que seus DVD’s anteriores, mas ainda sim com uma produção considerável.

Interpretando todas as canções daquele jeito exagerado que a gente tanto conhece, mais do que nunca o CD tem sua cara. De fato, um dos discos mais legais de 2013.

Meu destaque vai para “Não dá pra fazer amor sem ter você”, gravada originalmente pelo Marcelo Aguiar.

___

3 – Continua – Cristiano Araújo
(Bigair dy Jaime/Blener Maicom, Diogo/Wilibaldo /Thyeres Marques/Dudu Borges)

cris2013

É o melhor CD da carreira do Cristiano. De todos citados aqui, é o disco com mais faixas que poderiam se transformar em músicas de trabalho.

O disco é muito bom, apesar de a salada de produtores naturalmente causar algumas diferenças no projeto final. Há algumas animadas muito boas, como “Escondidinho” e “Mete Fogo”, mas as grandes músicas mesmo são as românticas. “Maus Bocados”, primeira parceria do cantor com o produtor Dudu Borges, é o carro-chefe do disco, não à toa é a atual de trabalho. Ao menos outras quatro seriam bem sucedidas se trabalhadas: “Igual você não tem”, “Continua”, “Uma semana” e “Pedaços”, além de “Caso Indefinido”, que já foi trabalhada.

O CD é uma boa prévia, e ao mesmo tempo um bom teste, para o DVD que Cristiano planeja pra 2014. Sob os cuidados de um único produtor, e peneirando mais ainda o repertório, tem tudo pra ser um dos grandes projetos do ano que vem.

Meu destaque vai para “Igual você não tem”.

___

2 – Na Terra do Pequi – Israel e Rodolffo
(William Borjazz)

ier2013

Repertório inédito, bom da primeira a última música. O CD não ficou como o melhor do ano pelo fato de não ter emplacado uma canção com força, mas fico na torcida para que alguma ainda consiga maior repercussão. É o CD mais importantes do ano pela certeza que ele reitera: é possível fazer música sertaneja tradicional e inédita.

De todos os discos citados aqui, é o que mais tem chances de virar referência lá na frente. É muito bom. Obrigatório. O desempate com o primeiro colocado foi por detalhe. Quase não o coloquei na disputa normal por achar que ele merecia um destaque a parte, mas pra não fugir da proposta, ele fica como o segundo grande disco de 2013.

Meu destaque é “Tapera Caída”.

___

1 – Ao Vivo – Jads e Jadson
(Flávio Guedes/Jadson)

jej2013

Quando uma dupla traduz em um CD o que é sua essência (palavra da moda), mesmo que essa essência não seja o que está na moda, e ainda consegue emplacar um hit e fazer a carreira decolar, é porque aí há algo diferente.

O CD inteiro é bom, uma sequência de música ótimas, sem procurar muletas em momento algum. Emplacaram “Jeito Carinhoso” de uma forma que quase ninguém esperava, principalmente porque há várias outras músicas boas no disco, até mesmo melhores do que ela. E o ponto principal é que a viola, origem da dupla, continua ali presente e sendo defendida.

Jads e Jadson com o melhor disco do ano não é uma vitória só deles, mas de uma grande parte da geração atual que não entra nessa onda de que é necessário cantar o que não se gosta pra fazer sucesso. É um disco pra homem, pra mulher, pra quem entrou no sertanejo agora e, principalmente, pros mais ranzinzas.

Pra não dizer que sou só elogios, particularmente não gosto das regravações de músicas cantadas por mulheres (Wanessa, Pitty e etc). A única que concordo é “Planos Impossíveis”, atual música de trabalho. A canção é uma regravação da Manu Gavassi, e imagino que pouca gente aqui saiba disso (eu mesmo soube bem depois).

De fato, o melhor disco do ano.

Abaixo, meu destaque, “Casa Caída”.

___

-DVD’s

dvds

Os três DVD’s acima têm algo em comum: são mega produções, com alto investimento financeiro e com grande número de profissionais envolvidos. O DVD do Daniel não foi lançado em CD.

Paula e Luan têm casos parecidos. Ambos não são apenas discos, mas sim “grandes projetos de carreira”. Os dois projetos foram lançados com interesses além da consagração de uma música ou outra. São tentativas de afirmação do tamanho dos artistas, entre outras coisas. Por isso, na minha opinião, a parte visual é elemento fundamental para que os discos façam sentido, e os CD’s perdem quando precisam concorrer somente como CD’s.

Luan, ao se unir ao produtor Dudu Borges, propõe um caminho novo, grandioso, espetaculoso, que se calca na monstruosidade do DVD pra se fazer entender por completo. Agora sim, mais do que nunca, ele encarou o rumo do pop, com todos os prós e os contras que tal decisão pode acarretar. Creio que o vídeo de “O nosso tempo é hoje” explica bastante essa ideia.

Paula, com seu sempre presente produtor Márcio Monteiro, segue fielmente a linha musical que a tornou consagrada, mas pisou mais fundo na produção visual do DVD. Enquanto suas letras falam de amores e simplicidade, os cenários, as roupas e os efeitos visuais fazem um contraponto interessante, que só fica claro quando o projeto é ouvido e assistido.

São os três grandes DVD’s do ano, e pra mim, precisam ser assistidos para que todo o projeto tenha sentido.

___

hersonhei


Raffael Machado de clipe novo: “Eu tô pegando a sua irmã”
Comentários 1

André Piunti

Não é a primeira vez que o Raffael Machado aparece aqui no blog, e novamente ele surge com o lançamento de um vídeo, agora de “Eu tô pegando a sua irmã”.

rmpegando

O cantor passou a ter o nome conhecido no meio após gravar um DVD com grande estrutura e com diversos convidados do mercado sertanejo (eu não pude ir por motivo de viagem).

Em 2013, sua grande aposta foi na música “Vai no cavalinho”, um sucesso do Nordeste que ele levou às regiões mais sertanejas, colocou nas festas e nos carros, e fez com que seu nome ganhasse mais destaque.

Hoje, no finalzinho do ano, ele lança o clipe de “Eu tô pegando a sua irmã”, que pode ser conferido abaixo. A produção musical é do Blener Maycom, composição de Big Big/Samy Coelho/Valter Danadão, e direção de vídeo do Cassius Cordeiro.

Quem quiser, pode baixar a música aqui.

___

hersonhei


As músicas sertanejas mais tocadas na última semana (22/12 a 28/12)
Comentários Comente

André Piunti

A última semana completa do ano terminou como esperado: sem nenhuma grande mudança nas posições das 10 mais tocadas.

Assim como em quase todo o mês de dezembro, Luan Santana ficou com a primeira posição, com sua “Tudo que você quiser”, seguida de “Na linha do tempo”, de Victor e Leo, e “Você me vira a cabeça”, de Bruno e Marrone, completando o Top 3.

Duas canções saíram na semana retrasada e voltaram na última semana: “Fui Fiel”, de Gusttavo Lima, em 6º, e “Logo Eu”, de Jorge e Mateus, em 8º.
___

01 – Tudo que você quiser – Luan Santana (1) – 1183
02 – Na linha do tempo – Victor e Leo (2) – 1117
03 – Você me vira a cabeça – Bruno e Marrone (3) – 1048
04 – Maus Bocados – Cristiano Araújo (4) – 931
05 – Levemente Alterado – Michel Teló (5) – 784
06 – Fui Fiel – Gusttavo Lima – 730 (-)
07 – Teorias – Zezé di Camargo e Luciano (6) – 714
08 – Logo Eu – Jorge e Mateus – 704 (-)
09 – Gaveta – Fernando e Sorocaba (7) – 700
09 – Planos Impossíveis – Jads e Jadson (8) – 700

___

hersonhei


Maria Cecília e Rodolfo e Audiomix encerram parceria
Comentários 2

André Piunti

O escritório Audiomix divulga hoje uma nota anunciando o fim da parceria com a dupla Maria Cecília e Rodolfo, iniciada no primeiro semestre de 2012.

Responsável por nomes como Jorge e Mateus e Gusttavo Lima, o escritório comunica que os shows agendados para a dupla serão cumpridos. O texto tem tom ameno, sem suscitar polêmica.

A nota pode ser conferida abaixo.

mixmcer

___

hersonhei


Mococa e Paraíso
Comentários Comente

André Piunti

Um presentão e algo pra se assistir nesse período de fim de ano.

Em 2007, Mococa e Paraíso lançaram um DVD repleto de grandes participações, e essa semana o DVD foi postado organizadinho pelo ModaoMS no YouTube.

Não preciso nem recomendar. Entre as diversas participações, estão Bruno e Marrone, Chico Rey e Paraná, Sérgio Reis, Pitangueira (Zé Fortuna), e por aí vai.

Abaixo, posto a playlist. Dá pra conferir todo o DVD sem sair aqui do blog e sem clicar em nada. Pra escolher as músicas, é só clicar nesse ícone superior ao lado esquerdo do vídeo.

hersonhei


Jorge Gustavo – um bom nome novo
Comentários Comente

André Piunti

Músico de estúdio, ex-professor de canto.

A vida de Jorge Gustavo, que curiosamente formou uma dupla chamada “Jorge e Gustavo”, sempre foi ligada à música. O cantor é paranaense de Bandeirantes, mas foi criado no interior de São Paulo.

jorgegustavo

Quem entrar por curiosidade no site dele, vai ver que há algo diferente e de qualidade. As músicas agitadas não entraram no embalo das músicas fáceis, mas nem por isso deixam de ser promissoras, influência das épocas em que tocava em bandas sertanejas (algumas coisas me lembraram o Tradição, na verdade).

Ele está investindo atualmente no lançamento de uma nova música de trabalho. A canção, “Loucuras de Amor”, romântica, foi gravada ao lado de Jads e Jadson.

A música pode ser conferida abaixo. Vale a pena.

hersonhei


As músicas mais tocadas da última semana (15/12 a 21/12)
Comentários Comente

André Piunti

A lista da última semana traz poucas alterações, algo já esperado quando se chega ao final do ano.

As cinco primeiras posições, por exemplo, seguiram intactas, mais uma vez com “Tudo que você” quiser, de Luan Santana, liderando.

A grande novidade do ranking é o surgimento de “Mozão”, lançamento do Lucas Lucco, agora artista da Sony. A canção estreou na 9ª posição, empatada com “Não fui eu”, da Paula Fernandes.

___

01 – Tudo que você quiser – Luan Santana (1) – 1201
02 – Na linha do tempo – Victor e Leo (2) – 1134
03 – Você me vira a cabeça – Bruno e Marrone (3) – 1081
04 – Maus Bocados – Cristiano Araújo (4) – 951
05 – Levemente Alterado – Michel Teló (5) – 787
06 – Teorias – Zezé di Camargo e Luciano (7) – 735
07 – Gaveta – Fernando e Sorocaba (10) – 705
08 – Planos Impossíveis – Jads e Jadson (6) – 702
09 – Mozão – Lucas Lucco (-) – 699
09 – Não fui eu – Paula Fernandes (8) – 699

*Fonte: Crowley Broadcast Analisys/Universo Sertanejo

hersonhei


Saiba que o meu grande amor…
Comentários Comente

André Piunti

A notícia do dia é o falecimento do Reginaldo Rossi, e eu não poderia deixar de fazer uma singela homenagem aqui no blog.

Ele regravou canções sertanejas e foi regravado por sertanejos, a lista não é tão pequena.

Queria deixar aqui três canções. A primeira, claro, é a parceria que ele fez com a Roberta Miranda e que foi um grande sucesso de rádio, “Amanhã”.

A segunda, é a versão que ele fez de “Vidro Fumê” no DVD “Cabaret do Rossi”, antes de a música ser esse sucesso todo que conhecemos com Bruno e Marrone. A qualidade do vídeo não é das melhores, mas vale o registro.

A terceira não tem clipe, é apenas o áudio de “Na hora do Adeus”, sucesso de Matogrosso e Mathias que Rossi também gravou.

hersonhei


O clipe do “Gaguinho”, de Hugo e Tiago
Comentários 1

André Piunti

Foi lançado ontem, quinta-feira, o clipe do “Gaguinho”, atual música de trabalho de Hugo e Tiago, e que está se tornando uma das principais músicas da carreira deles, de tanto que toca.

hetiagogg

A canção está no Top10 de downloads da categoria sertaneja no iTunes.

O clipe pode ser conferido abaixo.

hersonhei


“Bebe Mais”, lançamento de Brunno Souza
Comentários Comente

André Piunti

O cantor Brunno Souza está lançando hoje, quinta-feira, sua nova música de trabalho.

bsouza

Mais um fruto de Goiânia, Bruno é compositor de “Bebe Mais”, sua nova aposta, produzida pelo Blenner Maicon. Diferentemente das músicas em que a bebedeira é motivo de orgulho, a canção em questão incentiva a bebedeira de um outro alguém, namorado da moça com qual o protagonista está se engraçando.

A canção pode ser baixada aqui, ou conferida logo abaixo.

hersonhei