Blog Universo Sertanejo

Arquivo : cleiton e camargo

Cleiton e Camargo estão de volta. Ouça “Onde Está”, que marca o retorno.
Comentários Comente

André Piunti

Oito anos depois, eles estão de volta.

No último mês de agosto, Cleiton e Camargo decidiram refazer a parceria encerrada em 2005, lamentada pelos fãs que sempre gostaram mesmo de música romântica.

Ambos seguiram projetos próprios desde que se separaram, formaram outras duplas, e muitos reviram Cleiton no palco durante os últimos anos acompanhando Zezé di Camargo e Luciano como backing vocal.

Camargo está atualmente encerrando a parceria com Marcelinho de Lima, e a partir de outubro, oficialmente, está de volta ao lado do Cleiton.

Hoje, quinta-feira, ficou pronta a primeira música desse retorno, chamada “Onde Está?”(Valéria Leão/Fátima Leão/Alex Torricelli), produzida pelo Vinícius.

A canção começa a ser trabalhada nas rádios a partir de segunda-feira. Ela pode ser baixada aqui.

A dupla está no Facebook e no Instagram.


Cleiton solo
Comentários Comente

André Piunti

A grande maioria aqui deve se lembrar de Cleiton e Camargo, e alguns de vocês devem saber que o Cleiton é, atualmente, backing vocal de Zezé di Camargo e Luciano.

E é um dos caras que mais canta atualmente. Quem já acompanhou uma passagem de som da dupla, sabe que a voz dele está melhor do que nunca.

A informação, que tomará corpo nas próximas semanas, é que Cleiton está partindo para a carreira solo, provavelmente com o nome “Cleiton Camargo”. E o mais importante, com o apoio de Zezé e Luciano.

No show que Zezé fez sozinho em Curitiba, uma noite após o desentendimento com Luciano, Cleiton chegou a cantar um pouco ao lado de Zezé.


Perguntas e respostas #4
Comentários Comente

André Piunti

Os números de vendagem de discos são confiáveis?

Quando saem da ABPD (Associação Brasileira de Produtores de Disco), são. Praticamente todas as notícias que falam de vendas de discos vêm da ABPD.

___

O Cleiton que cantava com o Camargo é mesmo backing vocal do Zezé di Camargo e Luciano?

É sim, já tem um tempo. O Camargo faz dupla com o Marcelinho de Lima, como a maioria sabe.

___

Existe alguma chance de o jabá acabar nas rádios?

Sempre houve projetos que criaram a sensação de “agora acaba”, mas nunca conseguiram acabar. Não vai acabar. Além de o jabá em si já ser errado problemático, a prática é exagerada. Poderia haver pelo menos um espaço para duplas sem empresário ou gravadora, mas nem isso há. Hoje, com as gravadoras mais fracas, dá para perceber que elas não eram o único e nem o maior problema do mercado.

___

A que se deve a exposição do Barra da Saia em todos os grandes programas de TV? Investimento alto?

Elas sempre foram elogiadas por todo mundo, uma hora ou outra apareceriam para fora do meio sertanejo. Elas estão de escritório artístico novo, influente, chamado “MC3″, o mesmo do Fábio Jr, Fiuk, Hebe e etc. Já que se trata de um produto bem diferente, então há toda uma aposta nelas. Fora que elas já têm 10 anos de carreira, passaram por bastante coisa, então têm base, estrada, sabem muito bem como funcionam as coisas.

___

Chitãozinho e Xororó estão mesmo barrados na Globo?

Saiu esses dias no Estadão que eles não participariam do Show da Virada por terem fechado especiais de fim de ano com a Record. Mas o assunto que já rolava é que eles saíram de toda a programação da Globo a partir do momento em que decidiram fechar com a Record, lá no meio do ano. Se não me engano, a última e única aparição deles na emissora esse semestre foi em um vídeo show.

___

As duplas cobram pra participar do DVD de outras duplas?

Isso acontecia antigamente, hoje é muito raro. Diversos artistas de sucesso, hoje, pertencem a escritórios parceiros, empresários amigos e etc, então é basicamente tudo na parceria.

___

Os sertanejos precisam mesmo comprar jatinhos ou é só por status?

É por necessidade, mesmo. Fazer dois shows em uma noite seria inviável. Por curiosidade, só de combustível, um jatinho gasta entre 10 e 15 mil reais para fazer São Paulo – Belo Horizonte.

___

Os shows no exterior dão lucro?

Dificilmente, mesmo pelo fato de a questão financeira ser a de menor importância nessas apresentações lá fora. É bem mais importante para o currículo e pra gerar mídia do que financeiramente.


< Anterior | Voltar à página inicial | Próximo>