Blog Universo Sertanejo

Johnny e Cristiano: uma novidade com mais de dez anos de estrada
Comentários Comente

André Piunti

A dupla tem mais de 11 anos de carreira, já passou por fases difíceis, eles pensaram até em dar uma pausa, mas o apoio de empresários (leia-se DBM Records) fez com que os jovens de Foz do Iguaçu seguissem em frente e, hoje, estarem com o segundo CD da carreira gravado.

jecr

Um ponto curioso deles é que a música que ilustra o post de hoje, “Lingerie Vermelha”, foi apresentada durante uma participação na “Praça é Nossa”, dois meses atrás.

O novo projeto deles (CD + clipe) foi gravado em Goiânia.

O clipe de “Lingerie Vermelha” pode ser conferido abaixo.

___

piunti-600x70

tetb


Ô, Ressentimento!
Comentários 1

André Piunti

A sequência de um grande hit é sempre complicada, certo?

Jads e Jadson estão lançando “Ressentimento”, canção que se não vem pra tentar cobrir a música que revelou a dupla, ao menos tem a intenção de mantê-los no alto.

jjrss

A principal vantagem da música é que ela é a cara da dupla, mais até que “Jeito Carinhoso”.

Apostando em um bordão, a música tem cara que vai dar trabalho.

Abaixo, “Ressentimento”, autoria do Junior Angelim e do e Ninho, empresário da dupla.

___

piunti-600x70

tetb


Victor Miranda, um nome de Campinas
Comentários Comente

André Piunti

Sempre gosto de falar de cantores de Campinas, na expectativa de que a cidade possa ter alguma relevância no cenário sertanejo, já que o nossos grandes orgulhos, Chitão e Xororó, são do Paraná.

Victor Miranda é novo, chegou a entrar na faculdade de Engenharia Ambiental, mas a música falou mais alto, como acontece na maioria das vezes.

vmira

Apesar de ter virado profissional mesmo em 2011, o gosto da música vem desde a infância. Aliás, mesmo com o curto tempo de carreira, Victor já gravou quatro projetos, entre CD’s e EP’s.

A música na qual ele aposta atualmente se chama “Engole o choro”, e pode ser conferida abaixo.

___

tedbn

tetb


Victor Hugo e Americano: dupla nova, de fato.
Comentários Comente

André Piunti

A formação da dupla é recente, de 2012. Radicados em Goiânia, Victor Hugo, goiano, e Americano, mineiro criado no Pará, foram apresentados pelo cantor Spártaco, que alguns conheceram como Hugo, da extinta dupla Hugo e Gabriel.

vhame

O primeiro registro de Victor Hugo e Americano, inclusive, foi uma participação no DVD do Spártaco na música “Pago de Bacana”.

O primeiro CD deles foi gravado no final do ano passado, produzido pelo Wlajones, basicamente todo de composições próprias.

Hoje está lançado um clipe com a primeira música de trabalho da carreira, “Ela vai te arrastar”.

O clipe foi gravado em Uberlândia e assinado pela Âncora Filmes.

*”Americano” é nome artístico. Ultimamente tem sido raro alguém apostar em um nome que não o de batismo, não?

___

Há um filme caseiro no YouTube também que mostra um outro lado da dupla, diferente do perfil de balada do clipe acima.

___

tedbn

tetb


As músicas sertanejas mais tocadas da última semana (30/03 a 05/04)
Comentários Comente

André Piunti

A alternância na primeira posição da lista de mais tocadas continua. Victor e Leo fizeram uma campanha celebrando o sucesso do clipe de “O tempo não apaga”, reforçaram uma canção que já está com bastante peso, e ficaram a uma boa distância da segunda colocada, “Cê Topa”, de Luan Santana.

Com o destaque que as duas vêm tendo nas últimas semanas, as atenções acabam ficando focadas em ambas, mas quem também merece um registro é Lucas Lucco e sua “Mozão”, sempre ali entre as primeiras, a frente de artistas consagradas.

Quem também segue no Top10 é “Domingo de Manhã”, de Marcos e Belutti, canção que vem sendo muito elogiada não só por fãs, mas inclusive por artistas.

___

01 – O tempo não apaga – Victor e Leo (2) – 1314
02 – Cê Topa – Luan Santana (1) – 1189
03 – Mozão – Lucas Lucco (4) – 1028
04 – Os 10 mandamentos do amor – Eduardo Costa (3) – 969
05 – Pega eu e leva pra você – Leonardo (6) – 899
06 – Chamam isso de traição – João Neto e Frederico com Bruno e Marrone (7) – 785
07 – Domingo de Manhã – Marcos e Belutti (5) – 770
08 – Você me vira a cabeça – Bruno e Marrone (8) – 718
09 – CD’s e Livros – Thaeme e Thiago (-) – 706
10 – Eu vou morrer de amor – João Bosco e Vinícius (9) – 681

*Fonte: Crowley/Universo Sertanejo

tedbn

tetb


Morre, em São Paulo, Dino Franco
Comentários 9

André Piunti

Faleceu no início da tarde de hoje, em decorrência de problemas no fígado, o cantor e compositor Dino Franco, aos 77 anos. Ele faleceu em Rancharia, onde morava, interior de São Paulo.

dfr

Dino Franco tem o nome mais ligado ao de Mouraí, com quem fez sucesso com a música “Coração de Caboclo” e também com uma gravação de “Cheiro de Relva”, de autoria própria, mas sua história foi muito maior do que a história da dupla, principalmente como compositor.

Personagem importante na ascensão da música caipira nas décadas de 1950 e 1960, chegou a formar duplas com outros nomes conhecidos, como Belmonte, Biá e Tibagi. Seu discurso, que em alguns momentos soava como muito crítico, era apenas o da defesa e do respeito pela música sertaneja. Em meio a carreira musical, chegou a trabalhar na Chantecler, quando a gravadora produzia nomes como Liu e Léu e Lourenço e Lourival.

São composições de Dino Franco músicas como “Amargurado”, “A Sementinha” e “Cheiro de Relva”, só pra citar três exemplos.

Logo que a informação do falecimento correu, o cantor Daniel, que recebeu Dino Franco na primeira edição de seu projeto “Meu Reino Encantado”, divulgou a seguinte mensagem:

“Dino Franco era muito talentoso, tive a honra de conhecê-lo como poeta, compositor, violeiro, uma pessoa que contribuiu muito para a música sertaneja e que vai deixar saudade. Participou comigo no primeiro álbum do Meu Reino Encantado, na música “Minha Mensagem”.

O velório será realizado, a partir das 16h, na Câmara Municipal de Rancharia.

Encerro a postagem com uma frase do Dino Franco, que resumia bastante seu pensamento (frase sempre citada pelo César Menotti em entrevistas).

“A música sem raiz é fraca, vulgar e fria”.

Tags : Dino Franco


André Carvalho e a história que eu prometi
Comentários Comente

André Piunti

Adiantei o assunto na semana retrasada, prometi que contaria na íntegra, e volto a ele agora.

O cantor André Carvalho me apresentou seu trabalho, e nessa conversa, perguntei sobre a carreira dele, se ele tinha empresário, escritório e etc, e ele me respondeu que era empresariado por um rapaz chamado Fernando Heller.

Acredito que nunca tenha tocado no assunto aqui, mas operei no mercado de ações por dois anos, entre o fim da faculdade e o momento em que eu passei a trabalhar exclusivamente com o blog. Como meu perfil de operação era o chamado “Day trade”, eu me tornei cliente de uma corretora chamada TOV, que me foi sugerida como a mais apropriada para o que eu precisava.

Resumindo: por conta dessas coincidências da vida, Fernando Heller, empresário do André Carvalho, é dono da TOV.

acarv

O cantor meu xará é de São Paulo, tem 24 anos, e entrou na musica ainda na infância, ensinado pelo avô.

Fez duas duplas, teve banda, gravou discos, mas a falta de um empresário sempre foi um problema.

Até que, já em carreira solo, surgiu o Heller, que hoje cuida da carreira dele, uma parceria que rendeu um disco recentemente, o segundo em carreira solo do André.

A música em que eles apostam é “Esperar pra quê?”, que ganhou um clipe dirigido pelo Alex Batista e que andou bastante já no YouTube em pouco mais de um mês. A canção foi produzida pelo maestro Adeildo Lopes, que fazia parte do banda do Domingão do Faustão.

___

tedbn

tetb


Zezé e Luciano: CD novo, Roupa Nova, Gusttavo Lima e Villa Mix
Comentários 1

André Piunti

O novo CD da dupla, “Teorias”, sai no início de maio, pouco antes do dia das mães (ao menos é esse o planejado hoje). O disco conta com a participação do Gusttavo Lima, já conhecida (“Do outro lado da moeda”, que também saiu no novo CD do Gusttavo), e do Roupa Nova.

Ao lado do grupo, Zezé e Luciano gravaram uma canção inédita chamada “Depende”.

A parceria com o Roupa Nova vai além do CD. No dia 8 de maio, eles estreiam em Uberlândia-MG um projeto que se estenderá pelo ano todo. Essa dobradinha vai se repetir como um projeto especial em diversas praças. Os shows serão apresentados separadamente, mas na troca de palcos, os artistas se unirão pra cantar juntos (algo semelhante ao que a dupla já fez com Bruno e Marrone).

Ainda no CD, além da participação do Gusttavo cantando, há uma composição inédita dele.

___

A foto abaixo é a mais legal da última semana. A chuva alagou o palco da dupla durante a apresentação no rodeio de Colorado-PR. Zezé resolveu o problema com um rodo.

zzcl

___

Tem mais Zezé e Luciano:

No próximo sábado, dia 5, a dupla se apresenta pela primeira vez em um Festival Villa Mix. Será a edição de Manaus. O Festival já teve Bruno e Marrone, agora terá Zezé e Luciano e há uma conversa sobre uma possível participação do Chitão e Xororó mais pra frente. Já pensou o susto se juntarem as 3 duplas em uma só edição? E a confusão que vai criar na cabeça dos desentendidos em relação ao sucesso das gerações?

Logo que eu ouvir o CD (semana que vem!), volto aqui pra comentar.

___

tedbn

tetb


E chegou o Country Festival 2014
Comentários 1

André Piunti

No próximo sábado, dia 5, acontece mais uma edição do conhecido “Country Festival”, um dos eventos sertanejos mais importantes do país.

Como digo todo ano aqui no blog, a festa se destaca por sua estrutura. Não por ser imensa, mas pela organização e pela divisão dos setores, bem pensada ao máximo para que não haja apertos nem confusões.

ctf

É um evento que contempla todo o tipo de fã de musica sertaneja, há espaço para todo o tipo de público, sem o perfil excludente de algumas festas “ricas”.

A programação completa desse ano pode ser conferida AQUI. Como quase que por tradição, há apenas um grande nome não-sertanejo: nesse ano, Ivete Sangalo.

Na área VIP, espaço mais disputado do evento, haverá shows de George Henrique e Rodrigo e Pedro Paulo e Alex.

___

tedbn

tetb


A novidade vem do MS: Maria Izabel, das mãos de uma turma bem conhecida
Comentários 1

André Piunti

Quando se lança um artista, por onde se começa a divulgação?

No caso da cantora Maria Izabel, nascida em Sorriso (MT), mas com a sede de seu trabalho em Campo Grande (MS), uma das opções não foi das mais comuns: pelas escolas.

Pra quem não a conhece ainda, ela é aposta do Marco Aurélio, compositor que grande parte aqui já sabe muito bem quem é. É ele quem está por trás, musicalmente, ao lado de outra figura bastante conhecida: Ivan Miyazato.

mizb

Com um canção nos moldes atuais, estilo “bonitinho” falando de relacionamento, mas sem pesar a mão em momento algum, a canção tem uma bom foco teen, apesar de não ser a única intenção do trabalho dela.

O clipe da canção “Bj Bj Bj”, que está sendo lançado hoje, dá sequência a esse raciocínio: a historinha, que conta com a participação da dupla Pedro Henrique e Fernando, traz dois colírios da “Capricho”, Carlos Santana e Juba Tomassini.

Há algo muito dito nos bastidores que o melhor termômetro pra uma música é a reação das crianças. Se cair no gosto delas, é porque há algo diferente ali. Melhor, então, ir direto a elas, não é?

O clipe, gravado em locais turísticos de Campo Grande, pode ser conferido abaixo.

A direção é um trabalho do Thiago Akira com o Juninho Torresmo.

___

tedbn

tetb